Máximo Banguera, do Barcelona de Guayaquil, foi o gênio da rodada pela Libertadores

Máximo Banguera, do Barcelona de Guayaquil, foi o gênio da rodada pela Libertadores

Há coisas que só acontecem na Libertadores! E desta vez, o protagonista foi o goleiro e mito Máximo Banguera, do Barcelona de Guayaquil, do Equador. Defendendo a equipe que é lanterna do Grupo 7 da Copa Libertadores, o camisa um foi o responsável por uma cena bizarra na derrota para o Atlético Nacional, por 2 a 1, na última quinta (12), no Estadio Monumental Banco Pichincha, ao simular um desmaio em campo para não ser expulso.

O goleiro cometeu uma falta muito grave em um dos atacantes do Atlético Nacional, fora da área, e como era o último homem antes do gol, Máximo não pensou duas vezes e fingiu estar desacordado para que o árbitro não tirasse o cartão vermelho. A atitude, contudo, foi em vão.

Ignorado pelo juiz, adversários e até pelos próprios companheiros, o goleiro até chegou a ser atendido depois do choque, mas não se livrou da expulsão. Assista no vídeo abaixo a mitagem do gênio Banguera.

Goleiro simula desmaio para não ser expulso

Sem mais artigos