O meia Bernard foi vendido pelo Atlético-MG ao Shakhtar Donetsk por € 25 milhões, ou R$ 77 milhões, nesta última semana. E, segundo informação do Jornal do Brasil dessa sexta-feira (09), o ex-atacante da Seleção Brasileira, Bebeto, lucrou com o negócio uma quantia de € 400 mil, ou cerca de R$ 1,2 milhão.

Isso se deve ao fato de o Banco BMG possuir 10% do valor dos direitos econômicos do jovem atleta, sendo que essa mesma fatia pertencia ao tetracampeão mundial até dezembro do ano passado e, com isso, levou uma parte da bolada.

Segundo a publicação, Bebeto tinha um acordo com o staff de Bernard desde 2009, quando o jogador tinha somente 16 anos e já era uma aposta das categorias de base do Galo. Na época, o ex-jogador trabalhava para o fundo de investimentos alemão Rogon Sportsmanagement, um dos principais da Europa, e aceitou gerenciar a carreira da então promessa em troca dos 10% de seus direitos.

Sem mais artigos