É oficial: Tiger Woods está passando pelo pior momento de sua carreira. Considerado um dos melhores jogadores de golfe de todos os tempos, hoje em dia ele lembra muito de longe o craque que já foi. No último torneio que disputou, o Hero World Challenge, Woods chegou a ficar na última posição, mas terminou em penúltimo. Dá uma olhada aqui embaixo em alguns lances bizarros dos jogador:

 

Vale lembrar também que Tiger teve uma pausa dramática em sua carreira. Em 2009 o atleta confessou ter traído sua esposa, com quem teve dois filhos. Na época, Tiger Woods chegou a ser ligado a uma rede de 10 amantes diferentes, e o golfista se desculpou publicamente. Logo depois, o jogador justificou as suas traições afirmando que tinha um transtorno que o tornava viciado em sexo. Ao total, o jogador ficou 4 meses afastado dos campos em uma clínica de reabilitação sexual. É, mas Woods não é o primeiro e nem será o último a alcançar o topo e depois ir até o fundo do poço. Olha só a lista que fizemos dos atletas que se encontram hoje na pior, mas foram geniais na carreira. 

 

1) Ronaldinho Gaúcho

soccer animated GIF

Quem se lembra do Ronaldinho Gaúcho em 2004 e 2005, auge de sua carreira, costuma dizer que ele foi um dos jogadores mais habilidosos da história. Um cara que foi aplaudido por um Santiago Bernabéu (estádio do Real Madrid) lotado após marcar um gol pelo Barcelona não precisa de muitas apresentações. O cara era realmente um showman. Mas 2005 foi o último ano em que Ronaldinho Gaúcho realmente encantou os olhos do mundo inteiro. Em 2006 veio a Copa do Mundo realizada na Alemanha e todos nós lembramos do desempenho pífio do nosso camisa 10. Entre 2007 e 2008, o jogador se lesionou demais e acabou se transferindo para o Milan, onde teve uma passagem apagada. Após uma longa novela envolvendo Grêmio, Palmeiras e Flamengo, o craque foi para o clube carioca e nem de longe teve as atuações da Europa. O melhor momento do R10 no Brasil foi quando conquistou a Libertadores pelo Atlético-MG, em 2013, e virou ídolo da equipe mineira. Finalmente, em 2014, Ronaldinho se transferiu para o Queretáro, time rico do México mas sem nenhuma expressão no futebol mundial onde joga atualmente.

2) Fernando Torres

O atacante, que atualmente joga pelo Milan, está definitivamente passando pelo pior momento de sua carreira. O espanhol começou sua carreira muito bem, sendo eleito o melhor jogador europeu da Copa Nike sub-15 já pelo Atlético de Madrid. Aos 16 anos firmou seu primeiro contrato com a equipe de Madri e teve uma carreira brilhante no clube.  Apesar de subir pro profissional justamente no ano em que o Atlético de Madrid caiu para a Segunda Divisão, o atacante foi ganhando espaço aos poucos e aos 19 anos já era capitão da equipe e artilheiro da Liga Espanhola. Logo o atacante foi vendido para o Liverpool, onde teve as melhores temporadas de sua carreira e levou a seleção espanhola a ser campeã da Copa do Mundo de 2010, a primeira da história do país. Já em 2010 o atacante estava sendo muito criticado pela falta de gols e, principalmente, por falta de pontaria em lances fáceis. No Chelsea, entre 2011 e 2012, o atacante continuava sofrendo críticas mesmo fazendo parte da equipe campeã da primeira Champions League do clube, sendo apontado inclusive como principal responsável pela derrota da equipe londrina perante o Corinthians no Mundial de Clubes. Hoje o atacante está emprestado para o Milan, mas o time italiano já está pensando em devolver Torres para o Chelsea. A equipe londrina, por sua vez, já demonstrou que não tem interesse em manter o atacante no plantel. Que situação, hein?

4) Lúcio

Lúcio, capitão brasileiro, poderá fazer história: será o 1º homem a erguer a taça de um hexacampeonato mundial

O zagueirão Lúcio já teve dias melhores. O xerifão acaba de passar um perrengue e quase é rebaixado pra Segunda Divisão junto com o Palmeiras. É importante, porém, lembrarmos que ele é o terceiro jogador que mais vestiu a camisa da Seleção Brasileira, além de ser o nosso titular do pentacampeonato em 2002. O que será que aconteceu com o Lúcio, ein?  

4) Michael Phelps

O nadador americano é nada menos do que o maior vencedor individual da história das Olimpíadas, com um total de 22 medalhas, sendo 18 de ouro – também um recorde. Tendo como auge de sua carreira os Jogos Olímpicos de Pequim, quando conquistou todas as medalhas de ouro possíveis, o nadador não é mais o mesmo. Em 2009 o atleta foi flagrado fumando maconha, o que resultou na perda de patrocínios e em uma suspensão de três meses pela USA Swimming. Ele pediu desculpas publicamente e assumiu o problema com as drogas. Já nas Olimpíadas de 2012, em Londres, o atleta não rendeu o esperado e pela primeira vez saiu da piscina e não foi ao pódio. Apesar disso, ele conseguiu 4 medalhas de ouro e 2 de prata. Phelps chegou a anunciar sua aposentadoria, porém voltou atrás no início desse ano – só que não foi muito longe. Em setembro ele foi suspenso por seis meses,agora por ser pego dirigindo bêbado em altas velocidades. Além disso, a USA Swimming decretou que ele não poderá representar os EUA no Campeonato Mundial de 2015.

5) Maurício Shogun Rua

O lutador curitibano foi do céu ao inferno em pouco tempo. Na época de ouro do MMA brasileiro, quando tínhamos quatro cinturões do UFC ao mesmo tempo, Shogun Rua era o campeão dos meio-pesados.

Tudo bem que Shogun só foi perder o cinturão pra Jon “Bones” Jones, considerado ao lado de Anderson Silva o maior nome da história do MMA, mas os seus resultados seguintes também não foram nada bons. Das últimas seis lutas, o brasileiro perdeu quatro e ganhou duas. Talvez a derrota que mais tenha marcado o brasileiro foi contra o falastrão Chael Sonnen, que até então só tinha levado ferro de lutadores brasileiros.

Hoje o lutador ocupa a singela 11ª posição dos meio-pesados.

Sem mais artigos