Um torcedor morreu e uma criança de nove anos ficou ferida após serem baleadas em incidentes ocorridos após o clássico entre Olimpia e Cerro Porteño, conforme divulgou na noite da última segunda-feira a polícia do Paraguai.

O tumulto aconteceu na noite deste domingo em Hernandarias, cidade vizinha a Ciudad del Este, 330 quilômetros distante de Assunção, onde o maior clássico paraguaio foi realizado, pela 11ª rodada do Torneio Apertura, vencido por 1 a 0 pelo Olimpia.

A polícia identificou a vítima fatal como Rodrigo Fleitas, de 18 anos, que morreu após levar um tiro na cabeça, quando estava em uma rua próxima ao estádio, comemorando a vitória da sua equipe, com um grupo de torcedores.

Uma criança, de nove anos, também acabou ferida, ao ser atingida por um disparo na coxa.

A procuradoria paraguaia já ordenou a prisão de um morador da região, o veterinário Fidencio Cardozo, que é apontado pela polícia como o principal suspeito de ter efetuado os disparos.

Sem mais artigos