Dois torcedores do Millonarios morreram neste sábado após serem atropelados por um motorista em estado de embriaguez, que foi capturado depois pelas autoridades, segundo assinalou o coronel Mariano Botero, comandante operacional de Bogotá.

Os torcedores da equipe azul de Bogotá estavam perto do estádio El Campín (oeste) onde esperavam os ônibus que viajariam para Medellín para ver a partida entre Millonarios e o Atlético Nacional, pelo campeonato nacional. “Um motorista em aparente estado de embriaguez atropelou quatro cidadãos, quatro jovens que vestiam a camisa do Millonarios, dois deles morreram no local e dois mais foram levados à clínica Palermo da cidade”, disse Botero à imprensa local. “Por causa do aparente estado de embriaguez o motorista perdeu o controle do automóvel e atropelou os quatro jovens”, enfatizou o oficial.

Por outro lado, as autoridades metropolitanas de Medellín (noroeste) informaram que apesar das medidas extremas de segurança para o jogo entre Nacional e Millonarios, alguns torcedores aparentemente da equipe verde jogaram uma pedra contra um ônibus no qual se deslocavam jogadores do Millonarios até o estádio Atanasio Girardot da capital de Antioquia.

Um vidro do veículo se quebrou e algumas lascas caíram sobre um dos jogadores (o argentino Matías Urbano) e um diretor (Nicolás García). “Foi somente o susto, estamos todos bem”, disse depois o diretor de comunicações do Millonarios, César Ardila.

Torcedores morrem atropelados por motorista bêbado na Colômbia

Sem mais artigos
Sair da versão mobile