A torcida do Atlético-MG perdeu a razão e partiu para violência. Cerca de 30 torcedores tentaram agredir os jogadores do Galo durante a chegada da equipe à Belo Horizonte, no aeroporto de Confins, na noite deste domingo, após a derrota por 2 a 1 para o Vasco, em São Januário.

Os atletas Evanílson, Henique e Walker ficaram acuados por torcedores e só não apanharam porque a polícia chegou a tempo de evitar a pancadaria. O principal alvo dos agressores era Walker, que durante a partida deu uma voadora em um torcedor que invadiu o campo para agredir o lateral atleticano Rubens Cardoso.

A polícia apartou a briga e escoltou a saída do ônibus do Galo, que amarga a lanterna do Brasileirão com apenas 13 pontos, a oito pontos do São Paulo, uma posição acima da zona de rebaixamento.

Torcedores tentam agredir jogadores do Atlético-MG

Sem mais artigos