Com mais de cinco mil pessoas no ginásio Adib Moises Dib, em São Bernardo do Campo, a seleção brasileira conquistou sua primeira vitória em território nacional na Liga Mundial. O maior responsável, pelo resultado de 3 a 0 contra a Finlândia, foi o oposto Wallace, maior pontuador no primeiro e segundo set.

Apesar do apoio da torcida, que não parou por um instante no ginásio, o começo do jogo foi melhor para a Finlândia que chegou na primeira pausa técnica com vantagem. Depois, o Brasil cresceu no duelo e conseguiu virar a partida, muita dessa reação se deve a Wallace, que foi o maior pontuador entre os brasileiros. A vitória foi para a equipe de Bernardinho por 25 a 21.

Assim como no primeiro set, o segundo teve um começo muito bom dos finlandeses, que novamente chegaram à frente no primeiro tempo técnico. Mas, a reação brasileira apareceu novamente e já na segunda pausa, o time de Bernardinho estava com vantagem no marcador. No fim, a vitória veio por 25 a 22. O destaque ficou novamente por conta de Wallace.

Na terceira parcial, o Brasil não vacilou. Com quatro pontos de vantagem, a equipe chegou à frente na primeira pausa. A diferença só foi aumentando conforme o andamento do jogo e na segunda parada, os brasileiros venciam por 16 a 5. Com esse placar, os jogadores ficaram tranquilos e se encaminharam com facilidade para fechar a partida com 25 a 9. Lucão foi o maior pontuador.

Ponto Negativo

O ponto negativo da estreia do Brasil em casa na Liga Mundial foi a falta de informação fora do ginásio. Meia hora antes de começar a partida, o público não sabia onde estacionar os carros, pois não havia nenhuma placa ou organizador para orientar sobre isso.

Em um estacionamento aberto pela Companhia Estadual de Tráfego (CET), a parada era garantida como gratuita pelo agente, mas ao estacionar o carro, a pessoa era logo abordada por uma flanelinha que chegava a pedir R$ 30.

Sem mais artigos