O UFC on FX 2 foi polêmico. Pela primeira vez na história do maior evento de MMA do mundo um resultado foi alterado após a decisão dos juízes. Com isso, a decisão tomada pela comissão do torneio nessa sexta-feira, em Sydney, abre precedentes para que novas lutas tenham seus resultados contestados.

A polêmica aconteceu logo na primeira luta da noite. Demetrious Johnson foi declarado vencedor pelos juízes após os três rounds de combate contra Ian McCall, válido pelo peso mosca. Porém, a plateia vaiou freneticamente o anúncio e, assim que o evento terminou, Dana White informou que o resultado foi alterado e declarou que a luta terminou empatada.

“Essas controvérsias estão coladas na gente nos últimos tempos. A luta acabou empatada e deveria ter um quarto round. A Comissão Atlética (da Austrália) está assumindo a responsabilidade toda. Eles (Johnson e McCall) vão se enfrentar novamente”, afirmou o presidente do Ultimate.

O UFC quer implementar a disputa de um quarto round para lutas que terminarem empatadas. Seria uma espécie de prorrogação para evitar igualdades nos combates.

Pitbull vacila

Na luta principal da noite, o brasileiro Thiago Silva, o Pitbull, vinha bem e dominando o combate contra Martin  Kampmann. Dominando a luta com certa vantagem, o brazuca vacilou faltando apenas 48 segundos e foi finalizado com uma guilhotina.

Sem mais artigos