A seleção chilena, que nesta sexta-feira foi derrotada por 3 a 2, para a Espanha, em amistoso disputado em St. Gall, foi vítima de roubo nos quartos de seu hotel na cidade suíça enquanto disputava a partida.

Seis cômodos do Hotel Einstein, nos quais estavam instalados Jorge Valdivia, Alexis Sánchez, Claudio Bravo e Fabián Orellana, foram invadidos.

Os jogadores descobriram o roubo quando voltaram ao local, em cuja entrada havia quatro caminhões dos bombeiros, que se deslocaram para o hotel depois que o alarme de incêndio foi disparado, supostamente pelos próprios ladrões para distrair a segurança.

Valdivia lamentou o acontecido em sua conta oficial no Twitter: “Fomos roubados pelo árbitro em campo e agora, no hotel, fomos roubados por ladrões. Isto é uma vergonha. Não bastou a arbitragem, no hotel aconteceu o mesmo. Que dia ruim na Suíça. Em meu computador há fotos de meus filhos”, lamentou o meia do Palmeiras. 

Sem mais artigos