O meia chileno Jorge Valdivia, do Palmeiras, sofreu um “sequestro relâmpago” na noite desta quinta-feira em São Paulo.

De acordo com informações da Polícia Militar, o jogador, que estava em seu carro, foi abordado por um homem armado por volta das 21h na avenida Sumaré, na zona oeste da capital paulista. Cerca de duas horas depois, Valdívia foi deixado pelo criminoso na avenida Marquês de São Vicente, perto do centro de treinamentos do Palmeiras, na Barra Funda, também na zona oeste.

A Polícia não divulgou mais detalhes sobre o caso a pedido do próprio jogador, de 28 anos.

Sem mais artigos