O palmeirense Valdivia esteve nesta quinta-feira (31) no programa Pânico, da rádio Jovem Pan. Descontraído, o Mago falou sobre vários assuntos, desde o seu gosto pessoal por concentração até sobre o seu técnico predileto. Um dos temas que mais chamou a atenção na entrevista foi o rival, Corinthians.

Quando perguntado se um dia pensaria em ir para o time de Parque São Jorge, Valdivia nem pensou para responder: “Nem a pau, eu sou palmeirense”. Ele também aproveitou para revelar que o Timão já tentou o contratar.

“O Corinthians e o São Paulo já me procuraram e eu disse que não. Eu sou palmeirense. Eu sou assim, eu sou de pele mesmo. Quando me identifico com algum time, é até a morte”, afirmou Valdivia.

Já quando o assunto foi treinador, o camisa 10 do Palmeiras mostrou que é muito grato a Caio Júnior, que trabalhou com Valdivia em sua primeira passagem pelo Palmeiras. “Gosto mais do estilo do Caio. Aqui no Palmeiras ele foi como um pai para mim“.

Gosto por concentração

Ao contrário da maioria dos jogadores, o Mago mostrou-se fã de concentrações. Segundo o jogador, o momento em que os atletas ficam trancafiados em hotéis é bom para ele que tem filhos pequenos poder descansar.

“Vou falar a verdade, eu gosto de concentrar. Porque, eu gosto dos meus dois filhos, só que eles são uns demônios. Quando eu vou para concentração eu descanso, não troco fralda… Eu gosto”, disse.

Sem mais artigos