Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

st1:*{behavior:url(#ieooui) }


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Assim como sua história, a África do Sul é um país rico de
curiosidades e pode ser bastante exótico para o resto do mundo. Mesmo com
pontos semelhantes ao Brasil, o país de origem da atriz Charlize Theron e que
conta com um técnico brazuca para comandar sua seleção de futebol, pode nos
impressionar:

– Se você sentir uma fome com uma preguiça de procurar um
restaurante, desista de pedir uma pizza para entrega em casa na África do Sul,
pois no país não existe sistema delivery.

– A frota dos carros é de dar muita inveja: Mercedes, BMW,
Hammer, Lamborguines, Ferrari e Toyotas. Polo é carro popular! Os juros são
muito baixos (comparados as Brasil) e há longas prestações.

 

– Quem for viajar para a África do Sul deve saber que as
tomadas no país não carregam celulares, lembre-se de comprar um adaptador da
marca do seu aparelho ainda no Brasil.

 

– Economia de energia! As tomadas de parede têm interruptor.
Ou seja, não basta ligar o seu aparelho na tomada, se você não ligar o
interruptor não adianta nada.

Nas principais casas e hotéis, sempre existem duas torneiras
nas pias: quente e fria.

 

– Não é lei, mas as mulheres na África jamais podem andar na
frente do homem. Elas devem andar ao lado ou atrás dele.

 

– O futebol local foi criado muito antes que o nosso, por
volta da década de 60 do século XIX, porém o país foi suspenso da CAF e da
FIFA, devido ao regime apartheid retornando à competições oficiais apenas em
1993.

 

– Olha mais uma semelhança com o Brasil: a moeda usada na
África do Sul é o Kand. No verso das cédulas e moedas Kand os desenhos são de
animais como: elefante, búfalo, etc.

 

– A África do Sul tem em seu território os maiores
zoológicos do mundo, inclusive o maior safári natural de todo planeta.

 

– Bem vindo Brasil. Para qualquer brasileiro que for se
situar no país por até 90 dias, não há necessidade de visto.

 

– O mascote da Copa, Zakumi, foi criado já em 1994 e faz
aniversário todo dia 16 de junho, Dia da Juventude no país.

– Além do mascote Zakumi, a África do Sul preparou uma dança
para o evento, o Diski Dance, inspirada na ginga do futebol.

 

– O fogão é elétrico e, como toda energia provém do carvão,
junto com os problemas de apagão muitas vezes a utilização deste
eletrodoméstico se torna difícil.

 

– Hoje, o maior ídolo da seleção Bafana Bafana no país é o
experiente Benni McCarthy, famoso após marcar duas vezes contra o Manchester
United na Liga dos Campeões vencida pelo seu clube, o Porto em 2004.

 

– Benni McCarthy marcou o primeiro gol da seleção
sul-africana em uma Copa
do Mundo da FIFA no empate em 1
a 1 contra a Dinamarca em 18 de junho de 1998.

– O filme sul-africano “Distrito 9” pode concorrer ao Oscar em 2010. E, embora o diretor sul-africano Neill Blomkamp tenha afirmado que sua intenção não tenha sido retratar o Apartheid (leia mais), é inevitável acreditar que houve uma “inspiração”.

Línguas determinam os grupos éticos da África do Sul

Além das curiosidades culturais, sociais e econômicas do país, a África do Sul chama atenção pela sua diversidade de línguas faladas (11, no total). Talvez o Zulu e o Afrikaners e, especialmente a Xhosa, sejam as mais interessantes. Confira algumas curiosidades lingüísticas sul-africanas:

Xhosa é uma das 11 línguas faladas na África do Sul e também determina o grupo étnico que a usa. Tem um jeito todo especial de ser falada com “clicks sounds” (ou “sons de cliques” numa tradução literal).

Quer aprender como falar Xhosa? O sorridente sulafricano Khaya colocou no YouTube pelo menos 3 video-aulas da língua de cliques. Ainda que você não tenha nenhum interesse em aprendê-la, vale conferir os clicks sounds de Khaya.

A famosa cantora sulafricana Mirian Makebo, que também lutou contra o Arpharteid, gravou um disco chamado “Click Songs”.

Zulu é uma língua banta, original do povo zulu e o filme O Rei Leão é o único longa-metragem da Disney que foi dublado em uma das línguas africanas da África do Sul, a língua zulu.

Clique aqui e assista a um trecho do filme O Rei Leão  em Zulu.

Os Afrikaners também são chamados bôeres e falam a língua Afrikaans (ou africâner), derivado do neerlandês com influências limitadas de línguas indígenas, do malaio e do inglês. São os descendentes de colonos calvinistas dos Países Baixos e também da Alemanha e França.

E que tal aprender Afrikaans online? Clique aqui!

Sem mais artigos