Jogador do Boca Juniors entre os anos de 2006 e 2012, o atacante argentino Pablo Mouche, titular do time durante o vice-campeonato da Libertadores do ano passado, usou sua conta no Twitter para mostrar toda sua indignação após ser alvo de uma tentativa de assalta na capital Buenos Aires. Atualmente no Kayserispor, da Turquia, o atleta passava férias no país.

“O que eu posso dizer deste país de m…, onde você não pode sair na rua tranquilo e que ainda por cima a polícia te olha e não faz nada?”, questionou o jogador, que estava no bairro de Palermo Chico, junto com sua namorada, quando tudo aconteceu.

“Roubaram-me na rua a esta hora do dia, e com um policial logo em frente como testemunha… incrível! Um aplauso para a polícia argentina, são espectadores de luxo”, completou Mouche, que chegou a reagir o assalto e, com uma garrafa térmica que tinha em mãos, chegou a agredir o criminoso. 

“Pelo menos o ladrão levou uns bons pontapés e uma garrafada na cabeça. E o policial teve a sorte de que não bati nele também, porque estive bastante perto disso, admito. Graças a Deus não aconteceu nada a mim e nem à minha namorada”, finalizou.

Sem mais artigos