O suíço Roger Federer atingirá a semana número 300 como líder do ranking mundial de tênis, depois de vencer nesta quinta-feira seu compatriota Stanislas Wawrinka por 2 sets a 1, 4-6, 7-6 (4) e 6-0 com parciais de 4-6, 7-6 (4) e 6-0, pelas oitavas de final do Masters 1000 de Xangai, na China.

Assim sendo, Federer aumenta ainda mais sua frente como tenista a ocupar por mais tempo o topo da modalidade, marca que antes era do americano Pete Sampras, com 286 semanas de liderança. O recorde será consolidado na próxima segunda-feira, quando for divulgada a atualização do ranking da ATP.

Hoje, Federer precisou de uma hora e 56 minutos para bater Wawrinka, com quem conquistou ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, no torneio de duplas.

Nas quartas de final, o número 1 do tênis mundial vai encarar o croata Marin Cilic, que venceu o espanhol Fernando Verdasco, também nesta quinta-feira por 2 sets a 1, com parciais de 4-6, 6-1 e 6-4, em duas horas e oito minutos.

Ainda pelas oitavas de final, sérvio Novak Djokovic bateu o espanhol Feliciano López, por 2 sets a 0, com duplo 6-3.

Outro destaque da rodada foi a dupla eliminação de americanos pela mão de tchecos. Tomas Berdych derrotou Sam Querrey, por 2 sets a 1, com 6-2, 6-7 e 6-4. Já Radek Stepanek despachou John Isner, também por 2 a 1, com parciais de 6-4, 6-7 e 6-3.

Sem mais artigos