O lateral-esquerdo do Manchester City, Wayne Bridge, informou nesta quinta-feira que não deseja ser chamado por Capello para a Copa do Mundo.

A decisão se deu por causa do envolvimento de John Terry com Vanessa Perroncel, que era esposa de Bridge na época em que os dois jogavam juntos no Chelsea.

Em um comunicado, o lateral diz que a sua presença na Copa do Mundo poderá causar “atrito”. A decisão deixa o treinador do English Team com problemas no lado esquerdo, já que a sua principal opção, Ashley Cole, está lesionado e também pode ficar de fora do Mundial.

Por meio de um comunicado, o jogador disse que sua presença na seleção pode causar atritos, por isso ele não deve nem disputar o amistoso marcado para a próxima quarta-feira contra o Egito.

A decisão de Bridge dificulta a vida do treinador Fábio Capello, que não tem quase opções para a posição, já que Ashley Cole, do Chelsea, está com um problema no tornozelo.

Sem mais artigos