Vitor Belfort foi proibido, assim como todos os lutadores do UFC, de utilizar tratamento de reposição de testosterona, conhecido como TRT. Visto recentemente um pouco menos musculoso, seu próximo rival, o americano Chris Weidman, tirou onda com o brasileiro, dando a entender que este não usaria somente o tratamento para ganhar músculos, mas outras substâncias proibidas.

“Esperem um segundo. É isso o que acontece quando você troca TRT por TNT?”, escreveu esta quinta-feira (07) no Instagram, de forma bastante irônica.

Se não faz muito sentido, Weidman faz alusão a “bomba”, que são outras substâncias, até ilícitas, que fazem músculos crescerem.

Sem ter respondido nada claramente, o americano provavelmente está replicando a declaração dada por Belfort nessa última quarta-feira (06) à emissora Fox dos Estados Unidos (assista abaixo, em inglês). O que chama a atenção é que o brasileiro não criou polêmica, mas, com certeza, a partir de agora, começará a guerra de palavras.

Traduzimos o mais importante: “Sempre soube que Weidman tem o jogo certo para o MMA, ele é da nova geração, mas eu já lutei contra os melhores caras e nada me impressiona mais. Quando você entra no octógono, é a mesma selva, todos são animais. Essa é a luta que eu queria e por isso estou tão empolgado e tão feliz.”

Há três dias, Belfort postou na mesma rede social o seguinte:

“Comigo não existe falsidade. Tudo que faço aprendi a ser verdadeiro pela frente e nunca falar besteiras pelas costas. #SEMDESCULPAS #ESTOUPRONTO O medo faz pessoas inseguras e falastronas”, escreveu.

É esperar para ver os próximos “capítulos”…

A luta de verdade dos dois está marcada para o UFC 181, dia 6 de dezembro.

Sem mais artigos