O retorno de William ao Corinthians não durou muito tempo. O capitão do clube até o fim de 2010 pediu demissão do cargo de gerente de futebol do clube por não concordar com decisões do departamento de futebol.

Segundo o diário “Lance!”, a principal divergência do ex-zagueiro foi em relação a negociação com William Magrão, do Grêmio, que estava próximo do clube, mas foi preterido pelo paraguaio Cristian Riveros, do Sunderland.

Além do presidente Andrés Sanchez, William teria sido contrariado pelo diretor de futebol Roberto de Andrade e o diretor-adjunto Duílio Monteiro Alves.

William havia assumido o cargo no último dia seis. A vaga estava disponível na agremiação desde que Antônio Carlos Zago foi demitido em março de 2009.

Sem mais artigos