Graças a decisão unânime da Quarta Comissão Disciplinar do STJD, o zagueiro são-paulino Xandão foi absolvido em julgamento a respeito de exame antidoping positivo, registrado numa das partidas do Tricolor Paulista no Campeonato Brasileiro. A decisão foi tomada na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, com a presença do defensor e do médico José Sanchez.

Xandão convivia com o anúncio de suspensão preventiva de 30 dias desde 5 de dezembro, quando Rubens Approbato, presidente do STJD, apontou a sentença “positivo” no exame antidoping do jogador, para uso de corticoide e anti-inflamatório.

Uma das bases da absolvição determinada pela comissão foi a afirmação inicial de Xandão no julgamento. “Notei uma irritação no olho e vi que estava coçando, procurei o médico que me examinou e na hora ele me passou um colírio. Os sintomas foram aumentando. Para melhorar o inchaço, coloquei gaze e água fria. No dia seguinte, não tinha melhorado”, afirmou o zagueiro tricolor.

Sem mais artigos