Mesmo sem ter faturado o título de melhor do mundo na última temporada, Xavi se considera um jogador raro no futebol. Em entrevista ao tablóide “The Guardian”, o espanhol avisou que ele está em extinção.

“Jogadores como eu estão desaparecendo. Vendo de um ponto de vista egoísta, há seis anos começou a se extinguir futebolistas do meu tipo”, afirmou Xavi.

Além  de exaltar seu próprio futebol, Xavi aproveitou para “cobrar” todos os clubes para se espelharem no Barcelona para suas táticas.

“Nosso futebol é de ataque, não enrolamos. Gostamos de tabelar, atacar o jogador. É muito importante que o estilo do Barcelona seja um modelo. Temos uma filosofia que não podemos perder”, disse o atleta, que lembrou do Playstation ao comentar seu estilo.

“O que eu faço é ver o espaço e passar a bola. Se um defensor está em um lado, mando a bola para o outro. O importante é o espaço. É como se estivesse jogando Playstation. O futebol se joga para ganhar, mas no Barça nossa satisfação é dupla, porque também queremos jogar bem”, completou.

Sem mais artigos