Grande surpresa da Copa do Mundo até o momento, a seleção da Costa Rica fez mais uma vítima no Mundial de 2014 ao conseguir a inédita classificação para as quartas-de-final neste domingo (29). Na lotada Arena Pernambuco, a equipe, que já havia derrotado Uruguai e Itália, além do empate com a Inglaterra, foi adotada pela torcida brasileira, que incentivou o time durante o tempo normal, que terminou empatado em 1 a 1, a prorrogação e nos pênaltis.

Antes do jogo, o técnico da Grécia, Fernando Santos, já tinha reclamado da torcida dos brasileiros contra sua seleção. As palavras dele, contudo, não surtiram efeito e o apoio à Costa Rica seguiu nas arquibancadas.

O jogo

A partida poderia ser menos dramática para o time da Costa Rica. Bryan Ruiz abriu o placar no início do segundo tempo e tudo estava indicando que a vitória pelo placar mínimo seria sacramentada. Sokratis, porém, mudou o rumo do jogo aos 45 minutos, dando uma sobrevida aos gregos.

O empate levou o duelo para a prorrogação, que, assim como o tempo normal, seguiu com igualdade no placar, só que desta vez em 0 a 0.

Nas penalidades, com o apoio máximo dos torcedores brasileiros, a Costa Rica mostrou o porque é a grande surpresa da Copa e ganhou de 5 a 3, com uma defesa salvadora do goleiro Navas na cobrança de Gekas. Com o resultado, os costa-riquenhos agora enfrentarão os holandeses, que derrotaram o México também neste domingo.

Sem mais artigos