Marcos foi acusado de agressão no BBB 17

TV Globo/Reprodução Marcos foi acusado de agressão no BBB 17

Já faz mais de 1 mês que Marcos Harter foi expulso do BBB 17 sob a alegação de agressões físicas e psicológicas contra sua então parceira, Emilly Araújo, que venceu aquela edição. Desde então, o cirurgião tem enfrentado a rotina de investigações, prestando depoimentos, formando uma equipe de defesa judicial e lidando com fãs e críticos via redes sociais e outros meios.

Mesmo com as acusações sendo formalizadas pelo Ministério Público, Marcos faz um balanço positivo de sua atuação, como demonstrou em entrevista ao jornal Extra divulgada nesta sexta-feira (12), mas não quer mais ter contato com a ex-namorada. “Não quero encontrá-la. A mensagem que tinha já foi passada e a vida aqui fora vai continuar ensinando tanto a mim quanto a ela”, disse ele.

Contudo, ele pondera que sua vida tem ido bem aqui fora. “Tenho recebido muitos convites para operar em vário lugares do país. Não esperava receber a admiração e tanto carinho de fãs por onde eu passo”, garantiu.

Talvez até por questões de preservação da imagem perante o julgamento, Marcos evita falar sobre injustiças e coisas do tipo, focando na resposta formal para esse tipo de situação. “O caso ainda não foi encerrado e estou fazendo a minha parte para que tudo fique transparente e gostaria que as partes envolvidas fizessem o mesmo”, afirmou.

Falando sobre arrependimentos, o cirurgião deu a entender que tentou ensinar coisas ao seus companheiros de confinamento e acabou se dando mal. “Não insistiria tanto em fazer as pessoas aprenderem o que somente a vida aqui fora pode ensinar”, contou.

Sem mais artigos