Vanessa Giácomo, de 30 anos, interpreta a secretária Aline, que tem um caso com César (Antônio Fagundes), em Amor à Vida. Sua personagem, que aparentemente saía com o chefe por dinheiro, é movida, na verdade por um sentimento de vingança. Em entrevista publicada no jornal Diário de São Paulo desta quarta-feira (14), a atriz se disse surpresa e feliz com a mudança na narrativa.

“Adorei a reviravolta! Porque uma coisa é Aline ficar com César por dinheiro ou aplicar um golpe nele gratuitamente. Quando se tem uma vingança, a coisa muda de figura, instiga muito mais. E as pessoas gostam disso, de ver até onde ela é capaz de ir para conseguir o que tanto quer”, disse ela.

A atriz contou ainda que não sabia mudança na trama: “Tinha uma certa noção de algumas coisas, mas fiquei realmente surpresa com essa vingança e de ela ser prima da Paloma (Paolla Oliveira). Isso não sabia mesmo. Mas após tanto tempo fazendo novela, aprendi que o segredo é não fechar as portas, tem de dar abertura para o autor escrever o que quiser (…) Walcyr [Carrasco, o autor] não espera muito e gosto dessa dinâmica, do jeito que ele vai colocando e soltando as histórias”.

“Aline está jogando o tempo todo. Se erra uma peça, acabou, a vida dela corre risco. Ela se expõe demais para pessoas como Félix (Mateus Solano) e o próprio César, que podem prejudicá-la seriamente. Então, ainda precisa se esconder dentro de uma personalidade falsa e tomar muito cuidado para não ser desmascarada. Aline ainda não colocou suas garras de fora”, concluiu Vanessa.

Sem mais artigos