Adriane Galisteu pode perder seu posto como rainha da bateria da escola de samba Unidos da Tijuca. De acordo com a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, desta quarta-feira (05), a loira pode perder o trono por estar ausente nos compromissos da escola e nem sequer retorna os telefonemas da direção da Tijuca.

E ela que se cuide, porque as interessadas no cargo já estão aparecendo. Uma apresentadora e uma atriz global já procuraram o presidente da escola, Fernando Horta, para se oferecerem para ocupar a possível vaga.

A coluna ainda procurou um dos diretores da escola, que não quis ser identificado, para perguntar se realmente existe a possibilidade de Galisteu sair e a resposta foi: “Se rainha de bateria valesse ponto, não mudaríamos”.

Sem mais artigos