Desde que foi internada por tentar suicídio, no dia 6 de junho, Paris Jackson segue hospitalizada no UCLA Medical Center, na Califórnia, nos Estados Unidos, onde está recebendo tratamento psicológico. O site TMZ publicou nesta quinta-feira (13) que o estado de saúde da filha de Michael Jackson (1952-2009) é estável, mas ela está proibida de usar telefones e acessar a internet.

A decisão dos médicos se deu para que Paris mantenha-se afastada das redes sociais e noticiários, onde a adolescente poderia ler comentários e notícias que a deixariam ainda mais abalada. Uma fonte informou à publicação que Paris ainda sofre muito pela morte do pai e se sente péssima sempre que lê algo negativo, ou quando alguém fala mal do cantor.

Paris Jackson cortou os pulsos e tomou aproximadamente 20 comprimidos de Ibuprofeno há uma semana, em sua casa. Entre as justificativas que pipocaram pelos tabloides estaria o fato de a garota ter sido impedida de ir a um show do roqueiro Marilyn Manson. Ainda não há uma previsão de alta. 

Sem mais artigos