Deborah Secco, de 34 anos, é a capa da revista Trip de setembro. Em entrevista à publicação, a atriz, que está no ar na novela Boogie Oogie protagoniza o filme Boa Sorte, prestes a estrear, falou sobre a dificuldade de fazer cenas mais sensuais.

“Ainda não é fácil ficar nua na frente de uma equipe. Me faz respirar e pensar: ‘Você não está aqui. Essa não é você’”, afirmou Deborah Secco.

Feliz pela por sua personagem em Boa Sorte, uma soropositiva viciada em drogas, a atriz disse recentemente, em uma entrevista ao Estado de S. Paulo, que não deseja mais fazer papéis óbvios.

“A moça, a menina bonita… Esse tipo de personagem é o que eu não quero mais fazer, personagens que têm muito a ver com a minha cara. Quando terminei de fazer Boa Sorte, engatei outro longa, do

Deborah Secco, de 34 anos, é a capa da revista Trip de setembro. Em entrevista à publicação, a atriz, que está no ar na novela Boogie Oogie protagoniza o filme Boa sorte, prestes a estrear, falou sobre a dificuldade de fazer cenas mais sensuais.

“Ainda não é fácil ficar nua na frente de uma equipe. Me faz respirar e pensar: ‘Você não está aqui. Essa não é você’”, afirmou Deborah Secco.

Feliz pela por sua personagem em Boa Sorte, uma soropositiva viciada em drogas, a atriz disse recentemente, em uma entrevista ao Estado de S. Paulo, que não deseja mais fazer papéis óbvios.

“A moça, a menina bonita… Esse tipo de personagem é o que eu não quero mais fazer, personagens que têm muito a ver com a minha cara. Quando terminei de fazer Boa Sorte, engatei outro longa, do André Moraes (A Estrada do Diabo, no qual interpreta Laura). Fiz o papel de uma atriz fracassada, inchada, que tenta voltar a fazer sucesso. Tive de engordar 14 quilos para compor a personagem. Já a Judite, de Boa Sorte, é uma soropositiva e eu emagreci 11 quilos para poder interpretá-la. Ou seja, quero fazer personagens diferentes de tudo que eu sempre fiz. São essas que me interessam, as personagens que eu não sei se sei fazer (risos). Esse é o desafio”, afirmou Deborah.

(A Estrada do Diabo, no qual interpreta Laura). Fiz o papel de uma atriz fracassada, inchada, que tenta voltar a fazer sucesso. Tive de engordar 14 quilos para compor a personagem. Já a Judite, de Boa Sorte, é uma soropositiva e eu emagreci 11 quilos para poder interpretá-la. Ou seja, quero fazer personagens diferentes de tudo que eu sempre fiz. São essas que me interessam, as personagens que eu não sei se sei fazer (risos). Esse é o desafio”, afirmou Deborah.

Sem mais artigos