Depois de descobrir que Aline (Vanessa Giácomo) está transferindo dinheiro do seu pai para uma contra própria no exterior, Paloma (Paolla Oliveira) resolve ir até à casa de César (Antonio Fagundes) e alertá-lo do ocorrido.

A médica faz a acusação na própria cara de Aline: “Eu não sei o que a Aline está planejando. Mas eu quero te dizer uma coisa. Hoje eu fui ao banco e falei com o gerente. A Aline já roubou quase todo o dinheiro que você tem”. 

César escuta acusação ao lado da vilã e rebate gargalhando: “Essa foi a tentativa mais ridícula de me separar da Aline. A mais ridícula que você já fez”. Ele conta que foi ao banco e que o gerente explicou tudo direitinho sobre a movimentação de seu dinheiro. 

Ele mal desconfia que tudo fazia parte de uma armação de Aline que montou uma agência bancária falsa e César, cego, não percebeu. Paloma então pede para ver o cartão do tal gerente.

Neste momento, Aline se faz de coitada e diz que se ele for mostrar algo para a filha é sinal que desconfia dela e ela prefere ir embora. César cai na cilada novamente.

O patriarca dos Khoury então expulsa a filha de casa que diz: “Eu não sei como, pai, mas eu ainda vou te salvar dessa mulher”. Mas mesmo assim, ele grita: “Eu já disse, espero não precisar repetir. Saia daqui”.

Amor à Vida: Paloma alerta César que Aline está roubando seu dinheiro

Sem mais artigos