Ah, a adolescência nos anos 1980… Ana Paula Padrão viveu essa época em Brasília – lar de bandas como Legião Urbana e Capital Inicial – e revelou no Instagram uma foto desta fase.

“Então… Eu fui adolescente em Brasília nos anos 80 e posso provar”, brincou nesta segunda-feira (9) ao mostrar uma imagem de quando tinha cerca de 19 anos, usava um cabelo curtinho, rebelde e já tinha os piercings na orelha.

O clique foi tirado pelo amigo e fotógrafo Nick Elmoor.

“Da série ‘fotos que emitem som’: posso ouvir ‘Creep’ tocando nessa”, comentou um seguidor. Outro ainda acrescentou que poderia ser “a capa de um disco dos Smiths”.

A “era dark”, como chamaram alguns internautas, fez sucesso entre os fãs. “Compartilha mais da sua era dark conosco haha eu amei”, “Ana, se eu nunca tivesse lido sobre o seu tempo dark, eu nunca que iria acreditar que sua adolescência foi assim”, “nem parece a Ana atual, parece -me que a Ana do passado era mais rebelde, a Ana de hoje é mais tranquila”, “eu não sabia que precisava ver Ana Paula de cabelo curtinho até eu ver Ana Paula de cabelo curtinho”, comentaram alguns internautas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Então… eu fui adolescente em Brasília nos anos 80 e posso provar! 😀 Nessa foto aí eu tinha uns 19 aninhos e o click é do amigo querido e fotógrafo talentoso @nickelmoor , que agora vai lançar, com o Ricardo Junqueira, um livro sobre aquele tempo rebelde e romântico: “Pós-New Brasília 1981-1989 A Biografia Fotográfica de Um Tempo que Não Foi Perdido” . O projeto todo nasceu de um coletivo de amizades empenhado em resgatar registros das histórias do rock e seus personagens na paisagem da estranha cidade projetada. Cada um fez sua parte e agora vamos todos colaborar com o crowdfunding pra fazer a obra nascer. Ainda esta semana eu posto aqui o link pra quem quiser – e puder – participar. Enquanto isso, corre lá no perfil do @nickelmoor pra ver o tanto que ele é bom! . . . . . . #brasiliaemfotos #umtempoquenuncapassou #saudadedeumcurtinho #pósdark #pequenarebelde #océunãoeraolimite

Uma publicação compartilhada por Ana Paula Padrão (@anapaulapadraooficial) em

Imagens inesquecíveis dos anos 80

A
Lembra desse pirulitinho maravilhoso que causava ~~câncer~~ ?
Melhor docinho!
Todo mundo tinha que ter um ursinho carinhoso para chamar de seu
E o medo de morrer sufocado com a balinha soft?
Colecionar essas garrafinhas de coca era a melhor coisa do mundo
E os desafios com o aquaplay?
Sms? Zap? Nada, nos anos 80 era só na base da ficha telefônica
Como não amar o tênis mais brasileiro de todos?
Meu sonho era virar uma grande artista de gesso
Agarradinhos <3
Se você tinha um desses, você era boy, fato
E os relógios Champion?
Hum, o chicletinho que a gente comia de uma só vez
Uma palavra para você: JASPION!
Panteras inesquecíveis <3
As roupas de ginástica dos anos 80 eram tudo de bom, fala sério
Saudades, canetinha kilométrica!
Um jogo inesquecível, embora um tanto quanto perigoso
Menudos, um amor eterno

Ana Paula Padrão surge de cabelos curtos e rebeldes em foto da adolescência

Sem mais artigos