Diane Keaton e Woody Allen

Diane Keaton e Woody Allen

Diane Keton continua a apoiar seu colaborador de longa data, o diretor Woody Allen. No Twiter, ela escreveu uma mensagem para o cineasta, com quem trabalha há décadas, incluindo Noivo Neurótico, Noiva Nervosa.

“Woody Allen é meu amigo e eu continuo a acreditar nele. Talvez seja interessante ver a entrevista dele se 1992 no 60 Minutes e ver o que vocês pensam”, disse.

A atriz também postou o link da entrevista. Allen vem sendo acusado de abusar sexualmente de sua filha Dylan Farrow, ainda na infância. A primeira acusação surgiu em 1992, quando Dylan tinha 7 anos, durante uma batalha de custódia entre Allen e Mia Farrow.

Dylan falou mais abertamente sobre o abuso que sofreu na infância durante uma entrevista paraGayle King, no CBS This Morning. Ela conta que o assédio aconteceu quando a mãe estava fora de casa.

“Fui levada parao sótão na casa de campo da minha mãe em Connecticut, pelo meu pai. Ele me instruiu a deitar e brincar com o trem de brinquedo do meu irmão. Eu brincava com o trem, quando fui abusada sexualmente. Como uma criança de sete anos, eu diria que ele tocou minhas partes íntimas”, contou.

“Como um mulher de 32 anos, eu digo que ele tocou os meus lábios vaginais e minha vulva com seus dedos”, completou.

Woody Allen nega todas as acusações.

Após acusações de assédio, Diane Keaton defende Woody Allen: "ele é meu amigo"

Sem mais artigos