Juju Salimeni publicou um desabafo em seu perfil no Facebook, nesta sexta-feira (09), após ter seu nome relacionado à prostituição, em uma lista de uma cafetina, publicada no jornal O Dia, nessa terça-feira (06). Além dela, outras famosas são citadas no papel, que mostra uma tabela de preços fixos que cada uma supostamente cobraria por programas.

A integrante do programa Legendários, da TV Record, escreveu em seu texto na rede social: “Já há um bom tempo eu venho evitando responder a qualquer ofensa que recebo e tento ignorar toda a negatividade que me mandam. Mas chega uma hora que o coração já não aguenta mais ficar calado, levar porrada e mais porrada, acusações, mentiras! Resolvi falar tudo que esta engasgado na minha garganta há anos!”.

Após citar algumas situações que passou, ela comentou: “Entre outras tantas calunias recebi mais uma esta semana. Vi meu nome que tanto prezo numa lista de garotas de programa. Uma lista que qualquer ser humano (nesse caso um traste) faria num computador. Coloca-se o nome de quem quiser! Ali é só um nome pra que o público de risada e especule! Só um nome pra que vendam a notícia! Aqui é uma família inteira que sofre!”.

Em outro trecho, a ex-panicat revelou: “Quem realmente me acompanha sabe o quanto sofri alguns anos atrás e a doença que se desenvolveu em mim por conta disso. Tive síndrome do pânico e até hoje faço o uso de remédios para controlar o nível de stress. Onde quero chegar com isso? Quero respeito! O Respeito que toda mulher tem direito! Quero viver em paz com meu noivo que já está ao meu lado há quase sete anos”.

Ela ainda finalizou o texto agradecendo seus fãs: “Enfim, agradeço muito aos meus fãs que estão ao meu lado nos momentos bons e ruins. A você que deseja meu mal, eu desejo que Deus te de tantas alegrias e vitórias quanto às que Ele me deu!”.

Sem mais artigos