Arthur Aguiar se pronunciou nesta terça-feira (29) sobre sua conversão. Após a notícia ser veiculada pela imprensa, o ator e cantor relatou nos Stories do Instagram ter recebido diversas críticas e xingamentos, mas afirmou que não se converteu para “provar nada para ninguém”, mas sim por ter recebido um “chamado de Deus”.

O artista explicou que quando o colunista Léo Dias o procurou para falar sobre o assunto, “que eu não sei como ele ficou sabendo”, preferiu ficar em silêncio. “Tinha certeza que seria exatamente o que está sendo. Uma enxurrada de julgamentos, críticas, piadas, chacotas e tudo que está acontecendo. Sinceramente, não estou surpreso com nada que eu li, infelizmente o ser humano deu errado”, escreveu na rede social.

“A grande maioria se acha dona da razão, com direito de julgar, xingar e aplicar uma sentença na vida do outro como se fosse Deus. E aí eu te pergunto: quem é você para julgar o outro? Quem? Quem te deu esse direito? Olha para sua vida, olha para tudo que você fez ou deixa de fazer”, rebateu, defendendo que as pessoas devem aprender com seus erros.

Arthur continuou o texto afirmando que, se tivesse se convertido “para mostrar ou provar” algo, ele mesmo teria publicado a notícia. “Eu me converti porque recebi um chamado de Deus e você só vai entender isso quando acontecer com você”.

“A única coisa que exijo é respeito, pois você que está lendo minha mensagem não tem o direito de me julgar, de me xingar, de me apontar o dedo ou falar qualquer coisa sobre minha vida, porque ela não é sua”.

O ator finalizou seus posts indagando se o público aguentaria receber os ataques que ele mencionou anteriormente e deixou uma mensagem: “seja a pessoa que vai estender a mão para levantar a outra e não para bater”.

Em Maio, Mayra Cardi e Arthur Aguiar passaram por uma separação conturbada. Na época, a coach expôs inúmeras traições do ex-companheiro e classificou o relacionamento como abusivo. O artista confirmou os casos e pediu perdão. Em Agosto, Cardi fez uma longa publicação atualizando os seguidores da relação dos dois: “eu e o Arthur não voltamos […] O pedido dele de perdão, apesar de tardio, finalmente chegou, e só ele pode acalmar toda minha dor para que eu pudesse seguir e deixar seguir! Pronto, tá perdoado, e mais que ele estar perdoado, sou eu me perdoar”.

Sem mais artigos