Por serem adeptos a um visual um pouco mais moderno e desleixado, a banda Restart tem provocado questionamento sobre a orientação sexual dos integrantes do novo, porém, já consagrado grupo musical.

Na entrevista coletiva, antes da apresentação da banda no Festival de Verão Salvador, o estilo colorido da banda teen foi o tema principal. “Nós não somos gays. Não é porque nós usamos roupas coloridas que somos gays”, declarou o vocalista Pe Lanza. Ele ainda argumentou: “O nosso visual tem servido de inspiração para outros artistas”.

Como exemplo, o vocalista da banda cita o cantor do famoso hit Rebolation, que foi sucesso absoluto no verão de 2010.

“O Léo do Parongolé disse que se inspira em nossa roupa para criar o figurino dele. Mas o pessoal comenta muito mesmo. A minha cueca, por exemplo, está virando mais famosa do que eu”, disse Pe Lanza.

O vocalista fez questão de rebater as críticas de Dinho Ouro Preto, estrela do Capital Inicial, que chamou o Restart de banda “meio Disney”. Muito triste, ele comentou: “Quem viu nosso show, viu a postura de palco que temos. Nós ouvimos muito Capital Inicial e muitas outras bandas, que nos influenciaram. Não cabe a ele dizer isso”, respondeu.

O Restart abriu o último dia do Festival de Verão de Salvador do evento. Pe Lanza subiu no palco vestido de Michael Jackson. Ele estava com uma camisa semelhante ao que o cantor usou, quando gravou seu clipe ao lado de Olodum, em Salvador.

Sem mais artigos