Alice tem 19 anos e acaba de terminar um relacionamento. Em busca de alívio, põe-se a escrever uma carta, no silêncio do seu quarto, em um dia de chuva.

As reflexões a fazem encontrar diversos objetos e lembranças perdidas. O amar e não ser amado dói, não importa a idade.

Alice é a personagem de Leandra Leal no espetáculo Impressões do Meu Quarto, escrito pela própria atriz em conjunto com a amiga e pianista Bianca Gismonti.

A atriz tem orgulho da personagem e a elege como uma de suas mais marcantes atuações. “A Alice está experimentando um tipo de sentimento comum a todos nós: o amar e não ser amado. A carta que ela começa a escrever é uma viagem ao seu interior”, define, em entrevista ao Virgulando.

A peça entrou em cartaz no dia 11 de novembro e fica até 18 de dezembro, no TUSP, o Teatro da USP, em São Paulo.

Dicas de Leandra Leal

O Virgulando pediu para que a atriz fizesse algumas recomendações aos internautas. Veja o que ela escolheu como o top top:

Filme: Pântano, da diretora argentina Lucrecia Martel. Em destaque, a decadência da aristocracia argentina, mergulhada em crises financeiras e psicológicas. Tudo representado por uma família que passa os dias sustentados pelo ócio e alcoolismo, à beira de uma piscina imunda (o pântano do título).

Música: O CD O Palhaço do Circo Sem Futuro, dos pernambucanos do Cordel do Fogo Encantado.

Livro: a biografia de Che Guevara.

Exposição de Arte: Links, que estréia na próxima quinta-feira (8), no Lá Vai Arte, espaço acima da loja Lá Vai Maria, na Alameda Franca, em São Paulo. No programa, performances e instalações de novos talentos contemporâneos. Até 20 de dezembro.

Sem mais artigos