Durante o tempo em que vivenciou o dia-a-dia dos VJs, na MTV Brasil, Chris Couto era uma das apresentadoras preferidas do público. Carismática e antenada, parecia conversar de perto com o telespectador.

Formada pelo Tablado, uma das mais famosas escolas de Teatro do país, longe da emissora musical, a atriz foi exercer a profissão em novelas como Um Anjo Caiu do Céu e Malhação e em peças como Executivos e a recente As Mulheres da Minha Vida, ao lado de Antônio Fagundes.

O Virgulando falou com Chris e te mostra as dicas da moça para momentos relax. Aproveite o feriado e divirta-se:

Direto do mangue

Gingado brasileiro e original é a dica de Chris Couto para os ouvidos descolados. Ligue o som e coloque Futura, do Nação Zumbi, para tocar.

Fundada pelo pernambucano Chico Science, morto em um acidente de carro em 1997, a banda é precursora do movimento Mangue Beat ao lado do Mundo Livre S.A..

O Mangue Beat surgiu em Recife, no início dos Anos 90, e trouxe novo respiro à música ao misturar vertentes do pop internacional, como rap e batidas eletrônicas, às batidas tradicionais da região, como o Maracatu.

Lançado em 2005, Futura foi bastante elogiado pela crítica.

Revoluções internas

Chris é fã de Cinema e recomenda Match Point – Ponto Final, de Woody Allen, e Paradise Now, concorrente ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar deste ano.

O primeiro é uma incursão do cineasta americano ao mundo dos relacionamentos. Em Match Point, Woody deixa a comédia de lado e aposta no drama proveniente das paixões, das traições, da ambição.

Estrelado por Scarlett Johansson, o longa tem sido unanimidade até mesmo entre os fãs acostumados ao jazz nova-iorquino do diretor, aqui substituído pela ópera londrina.

O segundo, Paradise Now, chegou e saiu rapidamente dos cinemas do país, o que é uma pena.

No filme, o diretor israelense Hany Abu-Assad recorre aos olhares dos homens-bomba para explorar o conflito entre judeus e muçulmanos. Um conflito que gera uma guerra no íntimo desses personagens, divididos entre a Causa e a Vida.

Lábios

Eu Receberia As Piores Notícias de Seus Lindos Lábios é recomendação de Chris Couto para os que gostam (ou não) de ler.

Escrito pelo ex-jornalista Marçal Aquino, o livro é também um dos preferidos de Sarah Oliveira, ex-VJ assim como Chris.

A história parte de Cauby, um fotógrafo que viaja ao norte do Brasil para registrar imagens de prostitutas para uma agência francesa. O homem vê seu curso alterar-se a partir do momento em que conhece a sedutora Lavínia, casada com um pastor evangélico, fato que não lhe trará boas surpresas, como o título sugere.

Exclusivo: revolução sonora e visual, por Chris Couto

Sem mais artigos