No papel da rebelde Leila, em Insensato Coração, o Brasil tem conhecido melhor a atriz Bruna Linzmeyer, que começou na telinha na minissérie Afinal, O que Querem as Mulheres?. Em entrevista para o jornal O Dia, a bela moça de 18 anos diz não se preocupar com rótulos que possa ganhar agora no começo de sua carreira.

“Não me preocupo com os comentários. Sou uma Lolita, sim. Mas posso ser qualquer personagem, fazer a Fernanda Montenegro, a Emília do Sítio do Picapau Amarelo, até uma árvore. Posso tentar ser tudo, conseguir é outra coisa”, declarou.

Ela, que, durante a gravação da minissérie, começou um romance com o protagonista, o ator, poeta e diretor teatral Michel Melamed, de 36 anos, prefere não dar nome a relação.

“O que temos é amor, amizade, magia… Não tem rótulo. Pode acabar amanhã ou durar para sempre”. A atriz deixa claro que a atenção dela, neste momento, está em outro lugar: “Meu trabalho é minha vida. Até o fim da novela, eu sou a Leila. Esse é o meu foco, é para ela que dou todo o meu amor”.

Em comparação com sua atual personagem, ela não concorda com algumas atitudes de Leila, mas pondera as semelhanças. “Somos muito destemidas. Ela abre caminhos, enfrenta dificuldades e conquista. É muito intensa, e eu também sou assim. Ela entende o momento que passa na vida, sabe viver a dor. Me identifico com ela na eterna busca pela desconhecido”.



Bruna Linzmeyer: "Não me preocupo com os comentários. Sou uma Lolita, sim"

Sem mais artigos