Enquanto os políticos de plantão discursavam no palco armado em frente a Estação da Luz, em São Paulo, Lima Duarte suava a camisa no seu camarim.

O ator, que já está com quase 70 anos ( não parece nem de longe), tinha que decorar um texto ( na realidade era uma Ave-Maria em Tupi-Guarani) e não estava nada fácil. “A coisa tá complicada aqui, já reli isso umas dez mil vezes”, disse Lima à equipe do Virgulando.

No fim tudo deu certo. O global deu umas engasgadinhas, mas saiu tudo bonitinho.

Confira o especial dos 450 anos de Sampa

Sem mais artigos