Galãs... Eles ainda existem

| Créditos: Photo Rio News
| Créditos: Divulgação / Joel Maia
| Créditos: Divulgação / Nelson di Rago
| Créditos: Dibvulgação / Bazilio Calazans
| Créditos: Divulgação / Cristina Granato
| Créditos: reproducao
| Créditos: Reprodução / Terry Richardson
| Créditos: Reprodução/TPM
| Créditos: Photo Rio News
| Créditos: TV GLOBO / Renato Rocha Miranda
| Créditos: divulgacao
| Créditos: Divulgação / TV Globo - João Miguel Júnior
| Créditos: divulgacao
| Créditos: Photo Rio News
| Créditos: divulgacao
| Créditos: TV Globo/Renato Rocha Miranda
| Créditos: Reprodução/Audiencia de TV
| Créditos: divulgacao
| Créditos: divulgacao
| Créditos: TV Globo / Divulgação
| Créditos: reproducao
| Créditos: reproducao
Caio Castro: “Ser galã é só uma fase” | Créditos: Divulgação / TV Globo

Galã no dicionário Houaiss significa 1 – homem belo, elegante, atraente 2 – personagem ou ator que representa heróis românticos. Esse elemento tem sido um dos pilares da teledramaturgia brasileira, mas também tem sido um fardo para muitos atores que acabam carimbados apenas como um rostinho bonito sem talento.

Francisco Cuoco e Tarcísio Meira, por exemplo, só foram reconhecidos – e ainda assim parcialmente – como bons atores com o avançar da idade. Hoje, alguns atores com potencial de galã, como Malvino Salvador, preferem trabalhar em uma chave mais cômica para se livrarem pelo menos do fardo do herói romântico.

No ano passado, ao escalar o elenco para a novela Aquele Beijo, Miguel Falabella reclamou da falta de mocinhos. “Está uma carência de galãs, estou ainda com dois papeis em aberto” disse ele na época que fazia o casting da novela no começo de 2011.

Na mesma época, a Record sofria o mesmo problema. Tanto a produção da minissérie O Rei Davi como da novela Navegantes ficaram um tempo emperradas por falta de galãs.

O assunto voltou à tona recentemente quando em janeiro desse ano foi noticiado que o autor da novela João Emanuel Carneiro teve que abrir mão do ator Domingos Montagner – que fez a minissérie O Brado Retumbante – para ele  ser o astro da nova novela de Gloria Perez. O motivo se repete: a falta de galãs no mercado televisivo.

A situação é que muitos atores têm medo de ficar no registro apenas do galã, não podendo também expandir seu talento dramatúrgico. Caio Castro, em entrevista ao site da TV Globo declarou esperançoso: “Ser galã é só uma fase”.

Mas também a cada dia parece mais difícil aparecer um rostinho bonito que tenha carisma e fotogenia para fazer um dos papeis essenciais na nossa teledramaturgia, extatemente por esse papel ser muito pouco respeitado. Como disse recentemente o ator americano Paul Giamatti em entrevista para a revista Isto É: “Os galãs são babacas”.

Veja acima uma galeria com galãs nacionais.

Cadê os bonitões? O sumiço dos galãs na teledramaturgia já é uma realidade

Sem mais artigos
Sair da versão mobile