O dono da agência Elite, John Casablancas, criticou Gisele Bündchen à revista gringa Complex, dizendo que a top é um “buraco negro” intelectual.

Ele considera a gaúcha uma traidora, que “não tem nenhuma contribuição para fazer à causa humana”, mas não nega que a moça é “excitante e interessante como modelo”, além de ser “a modelo mais bonita do mundo hoje em dia”.

Chefão da Elite critica Gisele Bündchen

Sem mais artigos