A frente da Colcci até 2000, Lila Colzani vendeu a marca para o império AMC Têxtil, que também comprou outras grifes como Sommer e Cavalera, mas ficou no cargo de diretora de estilo.
Em outubro de 2006, Lila pediu demissão por não ter liberdade criativa e achar que a Colcci se tornou apelativa e repetitiva.

Começou então a tentar novos caminhos e foi chamada para tornar-se consultora de estilo da Hering. Lá, a estilista mudou a modelagem das camisestas básicas, o carro-chefe da marca desde sua criação, tornando-as mais ajustadas ao corpo e com um desenho mais moderno, remetendo a boa e velha camiseta estilo James Dean.
Assim, Lila mudou-se para São Paulo e criou sua nova grife, a Stereo. A nova empreitada da estilista deve chegar ao mercado no próximo semestre. Ela ja está procurando um espaço nos Jardins para o showroom e ainda não sabe se terá uma loja neste começo.

"A Stereo terá roupas para jovens com informação de moda" completa a estilosa loira de 40 anos.
Se for como na Colcci, podemos esperar peças de muita qualidade, modelagem, acabamento e estilo impecável.

Sem mais artigos