A camareira Esmeralda de Souza falou em entrevista ao jornal Extra desta quinta-feira (12), sobre a condenação recente do ator Dado Dolabella. Questionada se achou justa a pena de dois anos e nove meses de detenção por agressão a ela e a ex-noiva do rapaz, a atriz Luana Piovani, ela respondeu: “Pesada é a mão dele, que empurrou e machucou a Luana e quebrou meus dois pulsos”, declarou.

De acordo com a publicação, a senhora ainda fez vários elogios a Luana. “Ela é uma mulher de fibra e coragem. E foi a única que teve a coragem de denunciar o Dado. Todo mundo sabe que ele bateu em outras namoradas, que preferiram ficar caladas. A Luana, não”, revelou.

Dona Esmê também negou ao jornal que Dado tenha lhe dado algum dinheiro. “Não pude trabalhar por três meses. As consultas médicas foram pagas pela produtora Primeira Página, que fez a peça Pássaro da Noite, que a Luana encenou. Agora, as 12 sessões de fisioterapia quem pagou fui eu. Quando tive que fazer as aplicações de raio laser, preferi parar porque era caro demais”.

"Dado bateu em outras namoradas", diz Dona Esmê

Sem mais artigos