Na edição de maio da revista Lola, Dado Dolabella tentou se desfazer da fama de “bad boy”, após algumas polêmicas que se envolveu nos últimos anos envolvendo sua ex-namorada Luana Piovani e a ex-mulher Viviane Sarahyba.

Sobre o caso com Luana, o ator deu a sua versão da história. “Não dá para ver nada [no vídeo], pode ser que ela tenha se desequilibrado e caído. Ali, foi uma discussão às 4 horas da manhã. Ela queria ficar na boate, já era a décima vez que isso acontecia. E eu estava gravando novela e acordando cedo”, contou.

“Falei que ia deixar ela lá, peguei meu cartão para pagar minha conta, peguei o dela também para deixar pago. Voltei para avisar, ela segurou meu braço com força e falou: ‘Se você for embora, nunca mais olha na minha cara’. Soltei o braço porque a unha dela estava prendendo em mim. No que isso aconteceu, ela se desequilibrou e caiu no chão. Fui pegá-la para levantar, a camareira veio empurrando. Quando fui afastar a camareira, ela tropeçou na Luana e caiu por cima dela”, disse Dado.

O ator e músico é pai de João Valentim, de um ano, fruto de seu relacionamento com Viviane e também de Eduardo, com a mesma idade do irmão, nascido de uma relação passageira com Fabiana Neves.

Sua mãe, Pepita Rodrigues, com quem mora desde que se separou da mulher, defendeu o seu filho de todas essas acusações envolvendo as exs. “O pior inimigo do homem é uma mulher desprezada. Tudo isso vai ser revertido, tanto com uma mulher quanto com outra”, disse Pepita.

Sem mais artigos