Demi Lovato

Reprodução Demi Lovato

Demi Lovato concedeu uma entrevista super honesta para o programa do Dr. Phil na última terça-feira (20). A cantora falou da infância conturbada, de automutilação, bullying e vícios.

“A primeira vez que vi que eu era suicida foi quando eu tinha sete anos. Eu tive esse fascínio com a morte. Experimentei coisas sobre as quais não falei, e não sei se alguma vez falarei sobre isso. Mas aos sete, pensava que, se eu tivesse que tirar minha vida, a dor terminaria”, contou.

“Foi esse pensamento que retornou quando sofri com bullying, e voltou diversas vezes quando estava lidando com depressão e bipolaridade”, explicou.

Ela ainda falou da época que enfrentou a automutilação: “Cada vez que eu me cortava, o corte ia ficando ainda mais profundo”, relembrou. “Teve um tempo que minha mãe tinha medo de me acordar de manhã porque não sabia se quando abrisse a porta eu estaria viva ou não”, finalizou.

Confira o vídeo:

Sem mais artigos