Mais uma vez o jogador de futebol David Beckham negou seu envolvimento com a prostituta Irma Nici, que alegou ter feito sexo com o craque em 2007. Segundo o Daily Mail, em declaração de cinco páginas enviada pelo inglês à justiça, ele afirma que na ocasião em que a moça diz ter o encontrado, o galã estava apenas em uma sessão de massagem terapêutica, como sempre faz antes de suas partidas pelo Los Angeles Galaxy, atual clube que o bonitão defende nos Estados Unidos. “Todas as acusações feitas sobre mim por Irma Nici, são completamente falsas. Eu nunca conheci Irma, muito menos soliciteis serviços de prostituição com ela e com ninguém mais”, afirmou.

De acordo com os documentos do processo, David explicou que depois do massagista ir embora, ele teria ido dormir. O meia declarou ainda que durante toda a sua sessão de massagem sua equipe de seguranças estava com ele. “Como é costume, quando eu chego em um hotel antes de uma partida, um massagista foi ao meu quarto de hotel, poucas horas depois que eu cheguei, para fazer uma massagem. Minha equipe de segurança estava comigo antes, durante e após a massagem. Quando o terapeuta terminou, eu fui dormir”, explicou.

Em 2010, Beckham processou a revista InTouch que publicou a história que ele teria supostamente traído a mulher, Victoria Beckham, com a prostituta mencionada nos laudos do processo.

Recentemente, Beckham anunciou a gravidez da amada, o quarto filho do casal.

Sem mais artigos