AP_woody_allen_dylan_farrow_split_h_jt_140208_v4x3_16x9_992

(Foto: reprodução)

Em sua primeira entrevista para a TV, Dylan Farrow, filha adotada de Woody Allen com a ex-mulher Mia Farrow, confirmou que foi abusada sexualmente pelo pai aos sete anos de idade. Ao programa CBS This Morning, ela disse: “Há muito tempo eu mantenho que quando eu tinha 7 anos de idade, Woody Allen me levou para o sótão, longe da babá que estava instruída a nunca me deixar sozinha com ele. Então, ele abusou sexualmente de mim”.

Na conversa, Dylan também falou sobre o movimento Time’s UP em Hollywood e questionou por que seu pai, acusado de assédio sexual, não foi punido ainda: “Por que Harvey Weinstein e outras celebridades acusadas estão sendo banidas de Hollywood, enquanto Allen recentemente garantiu um contrato milionário com a Amazon? O sistema funcionou para Harvey Weinstein por décadas. E continua funcionando para Woody Allen”.

Dylan, que está com de 32 anos e vem denunciando o abuso do pai desde 2014, quando fez um post no site do jornal The New York Times, continuou no assunto: “Eu sou confiável e eu estou dizendo a verdade, e acho que é importante que as pessoas percebam que uma vítima, uma acusadora, importa. E que são suficientes para mudar as coisas”. 

A entrevista foi gravada nesta segunda-feira, 15, em sua casa, e será transmitida pelo canal nesta quinta, 18.

Sem mais artigos