Harvey Weinstein

Reprodução Harvey Weinstein

A ex-modelo brasileira Julianna de Paula revelou ser mais uma vítima de assédio do megaprodutor Harvey Weinstein, que foi acusado por uma série de celebridades do cinema americano de abuso sexual nas últimas semanas.

Em entrevista ao New York Post, Julianna disse ter utilizado um caco de vidro para afastar Harvey, que a convidou para uma festa em seu apartamento em Nova York e a obrigou a beijar outras mulheres na frente dele.

Segundo Julianna, ela tentou fugir do produtor que, pelado, a perseguiu. A modelo então pegou um caco e o ameaçou. “Ele olhou para mim e começou a rir. Eu fiquei chocada, completamente incrédula”, relatou ela.

Até então casado com Georgina Chapman e produtor do reality de moda Project Runaway, Harvey Weinstein foi alvo de acusações de outras modelos no mesmo jornal. Samantha Panagrosso disse ter sido assediada por ele em uma piscina de hotel durante o Festival de Cannes em 2003.

Zoe Brock afirmou ter se escondido em um banheiro para fugir de Harvey, que a perseguia sem roupa em um hotel durante o Cannes de 1998. Por meio de sua assessoria, Weinstein negou as acusações.

Sem mais artigos