Em seu primeiro ano em Nova York, Madonna foi ameaçada com uma arma de fogo e uma faca e estuprada no telhado de um prédio.

Twitter

Parece que Madonna fará parte da Marcha das Mulheres em Washington, informou a cantora por meio de uma foto no Instagram, na última quinta-feira (12).

“Sim! Just Do It! Marcha de um Milhão de Mulheres! Esteja lá! Washington D.C., 21 de janeiro”, escreveu, citando o slogan da Nike. Para acompanhar a legenda, uma foto de pelos pubianos que forma o símbolo da empresa.

Nos comentários, várias pessoas discordaram da postura da rainha do pop e a ofenderam. “Você é uma vergonha para os seus filhos. Você é louca”, disse uma seguidora. “Essa foto não tem nada a ver com o direito das mulheres. Você é uma idiota! Você é uma velha patética. Tenho pena dos seus filhos. Você só quer atenção. Nada novo. Vá embora, vovó”, completou uma seguidora. “Tenha vergonha! Tem crianças vendo isso”, completou uma terceira.

Apesar disso, algumas pessoas parabenizaram a pop star pela atitude. “Parabéns! Queria poder marchar ao seu lado”, disse uma jovem. “É uma foto linda de uma mulher”, escreveu uma seguidora.

A Marcha das Mulheres acontece um dia após a posse de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos. Apesar disso, segundo os organizadores, o evento é a favor dos direitos das mulheres e não é um protesto direto contra o novo presidente, informou o Huffington Post.

 

Sem mais artigos