“Há um movimento forte de aceitação dos gays”, disse Gloria Pires em entrevista ao jornal O Globo deste sábado (16). A atriz interpreta no cinema a arquiteta e paisagista brasileira Lota Macedo Soares, companheira da poeta norte-americana Elizabeth Bishop por 15 anos. O longa Flores Raras, de Bruno Barreto, deve estrear em 24 de maio. 

Para Glória, falta muito pouco para que personagens gays despontem naturalmente na televisão, o que já acontece no cinema e no teatro. “No passado, Gilberto Braga e Sílvio de Abreu tentaram trazer a discussão de forma mais sérias e foram cerceados”, recorda-se. 

O filme conta como Lota Macedo conheceu a poeta por meio de Mary Morse, com quem a brasileira vivia em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Elas acabaram formando um triângulo amoroso.

Atualmente, Gloria é Roberta Leone na novela das sete Guerra dos Sexos.

Sem mais artigos