Justin Bieber

Divulgação Justin Bieber

Foi preso um homem que se passava por Justin Bieber na web acusado de mais de 900 casos de pedofilia. O rapaz, um australiano de 42 anos, usou uma série de plataformas, do Skype ao Facebook, para se relacionar com as vítimas.

De acordo com a imprensa local, as autoridades descobriram que o criminoso utilizava a figura de Bieber para conseguir fotos nuas de fãs crianças e adolescentes. “É uma investigação que expõe a vulnerabilidade de crianças que fazem uso de redes sociais”, disse o detetive australiano Jon Rouse. “O fato de tantas crianças acreditarem que estavam falando com o Justin Bieber demonstra que precisamos pensar seriamente em relação à forma como educamos os nossos filhos sobre o uso da internet”, completou.

Os policiais descobriram que os casos de pedofilia ocorreram nos últimos 10 anos. Curiosamente, a revelação foi feita na mesma época em que Bieber se apresenta na Austrália. O canadense tem show marcado no país no próximo dia 15 de março.

Sem mais artigos