A atriz Irene Ravache está dando um show ao interpretar Clô na novela Passione. Dando mais importância à fama que bateu em sua porta como a “Rainha do Lixo”, ela está deixando de lado a sua maior paixão, o marido Olavo, vivido por Francisco Cuoco.

Ao conversar com Silvio de Abreu aqui na Jovem Pan, ela acabou revelando que isso tudo não durará muito. “O amor falará mais alto”, contou. E disse que ela e todo mundo estão morrendo de dó de Olavo, que passou seu aniversário sozinho e jantou desolado por ter sido abandonado pela mulher, que está deslumbrada com o sucesso, que lhe rendeu até uma visita ao programa de Ana Maria Braga.

Irene Ravache se diverte e afirma que foi um grande presente ter sido convidada para fazer comédia, e deixar de lado o drama. Já o autor Silvio de Abreu a classificou como corajosa. “Não é fácil mergulhar na comédia. O drama te defende melhor, a comédia te expõe demais. Se você não for engraçada, a personagem vira um fracasso”, lembrou. Mas, definitivamente, esse não é o caso. A atriz se deu super bem no papel e está divertindo o telespectador, ao lado de outros integrantes de seu núcleo, como Bruno Gagliasso como Berilo e Gabriela Duarte como Jéssica.

Seguindo pedido do autor para não contar o final desta atrapalhada família, ela apenas se limitou a dizer que gargalhou quando soube do final de Jaqueline, vivida por Alexandra Richter.

Sem mais artigos