Jamie Foxx

Divulgação Jamie Foxx

Jamie Foxx se envolveu em uma briga de bar após ser atacado por um homem na noite de sábado (7) em um estabelecimento na região oeste de Hollywood, Los Angeles, nos Estados Unidos.

A confusão começou quando esse rapaz foi até a mesa do ator, que estava com alguns amigos, reclamar do barulho feito por eles. Entre os acompanhantes de Foxx estava um comediante. Ele passou a discutir com o homem, que disse: “você não quer mexer comigo. Eu sou de Nova York”.

Rapidamente, o amigo do ator se impôs e respondeu: “f*****, eu sou de Oakland”. Neste momento, os dois começaram a se agredir fisicamente, até que Jamie foi atingido. O ator, então, pegou o rapaz pelo pescoço e o imobilizou.

Tanto o cara quanto o grupo onde estava Foxx foram expulsos do bar. O site TMZ conversou com testemunhas, que enviaram um vídeo com o momento exato da confusão. É possível ver um homem sendo imobilizado.

Veja quais são os 10 filmes mais caros de Hollywood

Equipamento, sets, efeitos especiais,   profissionais, divulgação e claro, atores   caríssimos. Essa tem sido a fórmula básica dos   blockbusters de Hollywood, cujas produções têm   exigido orçamentos cada vez maiores. O site   ScreenRant fez uma lista dos 10 filmes mais   caros da história em valores absolutos, sem   contar os reajustes de inflação que deveriam   ter sido calculados para uma competição igual.  A publicação justifica que o reajuste não faria   tanta diferença na lista, já que o aumento dos   orçamentos se deu nos últimos anos. Apenas   alguns filmes dos anos 90 entrariam nesta lista   milionária, como Titanic e Waterworld.
O filme de James Cameron acabou sendo mais   barato do que esperado. O longa foi um dos   pioneiros na captação e animação em 3D,   envolvendo 900 pessoas só na produção pós-  filme. O custo valeu apena: rendeu US$ 2   bilhões em todo o mundo.
A trilogia total de Hobbit custou US$ 745   milhões. O alto custo se deu principalmente por   sua captação de vídeo em 3D e a 45 frames por   segundo. A trilogia rendeu US$ 2,9 bilhões em   bilheteria.
Os dois filmes foram filmados juntos e a maior   parte de seu orçamento foi destinado ao   salários de estrelas como Johnny Depp, Orlando   Bloom e Keira Knightley.
O sexto filme da saga do bruxinho foi a mais   cara da série e rendeu US$ 934 milhões.
O longa foi todo filmado em Nova York e contou   com nomes como Andrew Garfield, Emma Stone e   Jamie Foxx. Embora tenha ido bem nas   bilheterias, a Sony fez uma parceria com a   Marvel e preferiu colocar o personagem em   outros filmes.
Dirigido por Sam Raimi, o encerramento da   trilogia com Tobey Maguire não teve uma   recepção incrível da imprensa, mesmo sendo um   sucesso da bilheteria.
Esta foi a animação mais cara da Disney, sendo   inteiro renderizado em 3D. Sua produção levou   seis anos para ser concluída.
Com Taylor Kitsch, o filme custou muito caro,   principalmente porque a resposta das   bilheterias foi muito aquém do esperado.
O filme rendeu US$ 1,4 bilhão de bilheterias e   se comprovou uma das franquias de maior sucesso   do cinema.
De novo? Sim. Filmes de pirata custam muito   caro. Filmado no Reino Unido e no Havaí, o   filme de 2011 foi filmado inteiro em 3D e   contou com 1200 sequências feitas em   computador.

Jamie Foxx se envolve em briga de bar após ser atacado em Los Angeles

Sem mais artigos