Nesta terça-feira (12), o ator José de Abreu utilizou o Twitter para avisar que foi “desconvidado” para o camarote da revista Contigo, no Sambódromo, no Rio de Janeiro e alegou que foi censura.

“Fui gentilmente ‘desconvidado’ para ir a um camarote (não iria mesmo, tenho vários outros para ir) por não poder ser ‘muito’ fotografado”, escreveu o intérprete de Nilo em Avenida Brasil.

E continuou: “A Contigo precisa mais de mim que eu deles. Tenho grandes amigos lá, devem estar envergonhadíssimos! Pra mim pouco importa sair na Contigo. Nada é mais importante em termos de mídia que novela das 8. Denuncio o ridículo da censura. O ódio de Civita (família proprietária da editora Abril que publica a Contigo!) ao povo brasileiro não tem limites. Proibiu agora fotos minhas na revista Contigo!”

O ator disse que acredita que o motivo do “desconvite” surgiu por ele criticar politicamente a Abril. “O motivo? Você está batendo demais no patrão. Tô me sentindo a bala que matou Kennedy, rsrs. Civita, o golpista, sentiu o golpe… Ainda vão me transformar em herói nacional. Ser censurado pelo capo-famiglia Civita é um dos maiores prêmios da minha vida. Fui censurado por Médici, Geisel, Figueiredo e Civita, os grandes ditadores do Brasil. E o Prêmio Contigo de TV? Também vai ser censurado? Saia justa perde. Civita esqueceu de me proibir na Vejinha, deu três estrelas para (a peça) Bonifácio Bilhões e indicou como imperdível, rsrsrs. É um paspalhão”.

Virgula Famosos tentou contato com a revista Contigo! mas nem a assessoria nem a redação atenderam os telefonemas.

Veja mais imagens de José de Abreu na galeria acima.

Sem mais artigos